Processo de Recolha de Informação para Projectos B2B Copywriting

O requisito mais importante de qualquer projecto Copywriting B2B é o de fornecer informação útil à audiência sobre as soluções promovidas.

Por esse motivo antes de começar a escrever tenho de obter o máximo de informação sobre a solução (características, benefícios, aplicações, performance, mercados e indústrias, audiência), pois em Marketing B2B ser específico vende (Podemos Comunicar com um Comprador Empresarial (B2B) da Mesma Forma Que Comunicamos com um Consumidor Final (B2C)? ).

Nota: Embora os seguintes 4 passos para obter a informação necessária para escrever copy informativa e persuasiva, apresentados a seguir, possam transmitir uma imagem simplista ou demasiado complexa, dependendo do tipo de projecto (White Papers, Case Studies, Emails Promocionais, Landing Pages, Web Copy, Newsletters, Artigos) irei publicar nos próximos dias a metodologia de trabalho que utilizo para cada um desses tipos de trabalhos(*)

4 Passos para Obter a Informação Necessária para Escrever Copy Informativa e Persuasiva:


1º Passo: Obter informação sobre a solução

Se a solução já existe, ou seja, não é um produto/serviço novo, é natural que já existam as seguintes fontes de informação, tais como:

  • Publicidade
  • Catálogos
  • Brochuras
  • Artigos
  • Documentação técnica
  • Press-Releases
  • Material de marketing da concorrência
  • Apresentações em eventos

Caso a solução seja um produto ou serviço novo, as fontes de informação podem ser:

  • Memorandos Internos
  • Documentação Técnica
  • Especificação Funcional
  • Plano de Negócios ou de Marketing
  • Propostas
  • Relatórios
A recolha e estudo deste material corresponde a cerca de 80% da informação necessária para escrever o copy, e os restantes 20% da informação é obtida através das respostas às perguntas apresentadas nos passos 2 a 4, e que correspondem à restante informação sobre a solução que não foi possível obter no passo 1, a audiência e os objectivos a atingir.


2º Passo: Perguntas a fazer relativamente à solução

  • Quais são as características e benefícios? (recolher a lista completa)
  • Qual é o benefício mais importante?
  • De que forma a solução é diferente da solução da concorrência? (existem características exclusivas ou melhores do que as da concorrência?)
  • Caso a solução seja idêntica à da concorrência, quais são as características e benefícios que a concorrência não menciona?
  • Quais são as soluções concorrentes?
  • Quais são as aplicações da solução?
  • Quais são os mercados e indústrias a que se aplica a solução?
  • Quais são os problemas que a solução resolve?
  • Qual o posicionamento que a solução tem no mercado?
  • Como funciona a solução? Que materiais, modelos, tamanhos, opções estão disponíveis?
  • Qual o grau de eficiência da solução? É de confiança? É económica? Tem garantia?
  • Qual a opinião de quem já utiliza soluções idênticas?
  • A distribuição e suporte são eficientes? Quem fornece esses serviços?

3º Passo: Perguntas a fazer em relação à audiência

4º Passo: Perguntas a fazer em relação aos objectivos a atingir (que pode ser apenas um objectivo ou vários)

  • Geração de leads/contactos
  • Qualificar contactos
  • Transmitir informação
  • Posicionamento da marca
  • Construir/Reforçar a imagem da empresa
  • Vender a novos clientes ou a clientes existentes
  • Reactivar clientes
  • Up-Sell / Cross-Sell


Quando tenho o máximo de informação sobre a solução a promover, o processo de copy fica bastante facilitado, pois apenas tenho de escolher os factos mais relevantes e apresenta-los de forma clara, concisa, informativa e persuasiva.

Muito Obrigada, e pode contar comigo no que eu puder ser útil.

Maria Spínola
B2B Marcom Copywriter
(+351) 91 293 05 19
http://www.mariaspinola.com/

(*) As metodologias que utilizo para escrever Case Studies e White Papers, já estão disponíveis em:
- Metodologia para Escrever Case Studies: http://blog.mariaspinola.com/2010/04/metodologia-para-escrever-case-studies.html
- Metodologia Para Escrever White Papers: http://blog.mariaspinola.com/2010/04/metodologia-que-utilizo-para-escrever.html

There was an error in this gadget